segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Housekeeping Parte 3

Infelizmente, além das férias que tiramos e não ficamos em casa, também voltamos a ter compromissos todos os fins de semana. Não sobra muito tempo para as arrumações. Mas não posso deixar meus planos em suspenso e tenho muitos projetos para concluir.
Não voltei a mexer nas roupas, mas consegui fazer uma arrumação nos sapatos. Consegui separar 8 pares de sapatos que já não são usados mais. Um deles novamente não tinha o que ser feito e foi para a reciclagem. Acabei descobrindo que dois pares que estavam guardados poderiam ser colocados em uso e só precisei comprar um tênis novo. Tenho evitado fazer compras para tentar fazer caber tudo o que tenho no guarda roupa. Também já separei roupas minhas para doação.
Separei mais uns livros para troca e estou conseguindo trocar um por mês. Poderia estar melhor, mas até que está bom.
Voltei a ler as minhas revistas. Estou com muitas edições atrasadas, mas preciso me desfazer de algumas delas que estão ocupando muito espaço em casa. 
Peguei outras tarefas extensas para terminar e receio acabar largando alguma coisa pelo caminho.
Estas atividades eu fiz nas últimas 3 semanas, incluindo as duas de férias.
Ao voltar para a rotina e com muita coisa para por em ordem na casa, consegui avançar novamente nas organizações.
Aos poucos estou trocando muitas coisas de lugar para abrir espaço no guarda-roupa que vai ser retirado. E este é um trabalho que não rende. Ainda que eu tenha tirado pilhas de coisas, ainda tenho outras pilhas e gavetas e nichos e etc.
Consegui mexer em mais um pouco de roupas mas pouco separei para dar e/ou devolvi para o armário.
Também descobri um grande foco de bagunça no armário do escritório e pretendo tentar organizar em breve. Não terei tempo para fazer tanta coisa. Mas achei que o sofá do escritório ficou mais vazio depois desta arrumação.
Na semana seguinte, parti para as compras, mas não me entendam mal, precisa comprar alguns artigos para conseguir executar os projetos de artesanato. O primeiro que pretendo terminar é o dos minions, que justamente é o menos urgente. Mas também quero deixar montadas as sacolinhas de lembranças das festas dos próximos meses. Creio que haverá uma em outubro, talvez outra em novembro. E já quero preparar o móbile que vou usar no chá de bebê e depois enfeitará o berço. As compras deram bem certo, mas eu ainda tinha muita coisa começada para terminar. Então foquei mais na marcação das roupas ao mesmo tempo que vou experimentando e retirando do armário o que não cabe mais. Como o tempo está ajudando e já não tem feito tanto frio, consegui fazer muita coisa. Retirei quase 10 peças, consertei duas, e marquei boa parte da pilha. Ainda sobrou uma pilha, bem menor e aproveitei para esvaziar mais uma sacola. Ainda faltam mais 5. Mas estou avançando. Também terminei de ler duas revistas do ano passado que agora já foram em doação para a escola. Devolvi uma mala de coisas que não são minhas e estavam em casa. Ainda tenho muitas arrumações para fazer e sei que não vou ter tempo de fazer tudo, mas sigo avançando tanto quanto possível.
Nossa, num fim de semana só, foi tanta coisa que parecia que não precisava mais de esforço algum. Mas é justamente ao contrário que a nossa cabeça funciona. Sem esperar o próximo fim de semana, ainda durante a semana, à noite, comecei a experimentar um pouco das roupas que estavam nas sacolas. E já separei mais outro tanto de roupa. E até levei mais um livro no correio. Agora falta pouco para acabar com as sacolas de roupas e fica faltando apenas as que estão no maleiro e eu só pretendo mexer quando o quarto estiver pronto.
E neste último fim de semana/feriado encaramos desmontar o quarto para receber os móveis novos. Infelizmente vai ficar assim mais de um mês, mas depois que os móveis forrem montados vou poder arrumar direito. Por enquanto a minha casa está um ambiente inóspito, pó e fungos para todos os lados, coisas empilhadas no chão e entulhadas em todos os cantinhos possíveis. Não vejo a hora de poder começar a colocar as coisas em ordem.
Ainda aproveitei para separar mais um tanto de roupa que até servia, mas não tão bem, e marcar mais um tanto de roupa. Queria já ter feito mais mas não deu tempo de fazer tudo. Também terminei mais uma revista.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Balanço Mensal - Agosto

Leituras de Agosto


Este não foi um bom mês de leitura, mas consegui cortar alguns livros da lista de espera. Finalmente terminei a coleção Plenos Pecados. Contava terminar pelo menos 2 da Agatha Christie. Ainda tenho algumas leituras de Sidney Sheldon e Agatha Christie para terminar até o final do ano e espero fazê-las.

Andamento das Metas

1) Ler 120 livros faltam 40
2) Ler todos os livros comprados até 2012 faltam 19 + 40
3) Manter uma Lista de Espera < 250 livros está em 337
4) Terminar 5 séries (IAN, Mundo de Tinta, Cemitério dos Livros Esquecidos, O'Hurley, Asas) faltam 12
5) Tenho e não lido < 200 faltam 141
6) Terminar a pasta Anteriores e IX faltam 1 + 27 + 13 + 5 + 21
7) Vou ler e não tenho < 100 está em 174
8) Terminar todos do Sidney Sheldon faltam 7
9) Alcançar 1400 livros lidos faltam 46

Novamente não consegui avançar significativamente. Algumas metas ainda tenho chance de atingir, mas a maioria vai ficar para o ano que vem. 

Lista de Setembro

Como tive muitas dificuldades em avançar na leitura, estou com a lista ainda maior do que estava em agosto. Novamente só posso esperar que esta lista comece a diminuir, e vai assim até dezembro.

1. Constituições Federais 3/8
2. Problemas Interessantes de Matemática e Lógica
3. Tecnologia Mecânica v. 03
4. Ensaios Mecânicos Metálicos
5. Cem Anos de Solidão
6. Gossip Girl - Carlyles
7.  A Noite das Bruxas 42%
8.  Amante Libertada
9. Passageiro para Frankfurt
10. Nêmesis
11. A Mina de Ouro
12. A Ilha Perdida
13. A Grande Rainha
14. Os Elefantes não Esquecem
15. Portal do Destino
16. Os Primeiros Casos de Poirot
17. Noite e Dia 40%
18. A Hospedeira
19. A Senhora da Magia
20. Cai o Pano
21. Um Crime Adormecido
22. Os Últimos Casos de Miss Marple
23. O Mistério do Cinco Estrelas
24. O Prisioneiro da Árvore
25. Poirot e o Mistério da Arca Espanhola
26. Enquanto Houver Luz
27. Poirot Sempre Espera

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Terminados em Agosto

Ainda estou numa rotina bem lenta de consumo e por isso pouco tenho terminado. E quase nada digno de nota. Neste momento, o importante é não esmorecer.

Finalmente terminei o corretivo que vim usando estes meses todos. É a primeira vez que termino um corretivo. Agora tenho usado o outro de caneta, a base líquida e o pó. Às vezes. E não devo terminar nenhum dos produtos tão cedo. Mas pelo menos estou tentando usar a base.
Também terminei com uma miniatura não tão miniatura de sabonete e abri a seguinte. Ainda tenho mais uma e só depois poderei partir para os de tamanho tradicional. Tenho demorado muito para terminar estas miniaturas porque uso principalmente o sabonete esfoliante. Juro que pensei que terminaria este mês, mas ainda deve durar um mês ou dois.

Entre os produtos que estou tentando consumir, tenho a última amostra de condicionador que está no fim e depois devo voltar para os outros produtos de tamanho tradicional e eventualmente alguns envelopes. Achei que acabaria em agosto mas ainda dá pra usar uma ou duas vezes.
O sabonete esfoliante também está próximo de terminar e espero terminar em setembro. Ainda tenho muitos produtos esperando para serem usados.
O spray de cabelo praticamente acabou, mas parece que ainda tem um pouco. Preciso tentar usar mais umas vezes para ver se termina.
Os cremes para o cabelo foram usados. Não estou aguentando muito o cheiro do óleo e por isso tenho usado menos. Com isso vai demorar ainda mais para acabar.
O creme para o rosto já está no fim, quando uso geralmente toco o fundo, mas até raspar todo o pote ainda tenho usos para mais de um mês.
O perfume também tenho deixado de usar na rotina diária por pura pressa.
O creme para o corpo, mesmo usando quase todo dia, enjoei do cheiro e não estou conseguindo terminar. Este era um produto que poderia ter acabado este mês se tivesse sido usado adequadamente.
De uso regular ainda tenho usado o batom e eventualmente o gloss, produtos que estão na minha bancada há tempos. Mas apesar de diminuírem de volume, ainda tenho bastante produtos. Estou sentindo que vão ficar para o ano que vem.
Mudamos a rotina, então esperava precisar trocar o shampoo e condicionador infantil, mas nenhum deles acabou.

Apesar de tentar não comprar nada, comprei um pote grande de condicionador infantil para usar com os potes de shampoos que estavam abertos. Ainda tenho mais dois. Como mudei de lugar, tenho menos espaço para armazenar e por isso tenho que acabar com os produtos logo, logo.

Este foi um mês de quase nada, mas até que estou satisfeita por ter riscado alguns itens. 2017 tem sido um ano fraco em diminuir estoque e terminar produtos. Mas também não tenho comprado muito.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Os Primeiros Meses que Ficaram para Trás

Foi muito difícil lidar com a insegurança ou a instabilidade da resposta. Acabamos adiando o máximo possível comentar sobre a gravidez e os planos que estamos fazendo. Não queria ser julgada e muito menos ter que aguentar os zilhões de conselhos de especialistas. Mas não foi um processo de negação. A gravidez era a primeira preocupação ao acordar sem sono de madrugada, ao levantar da cama com enjoos e cada vez que sentia um incômodo nas costas, uma fome voraz e a insistente vontade de ir ao banheiro.
Foram meses entre consultas, exames, remédios, mudanças na rotina, mudanças na dieta e bastante cansaço no final do dia. 
Os fins de semana foram de descanso e também bastante introspectivos. Nos dias de sol saíamos para caminhar, tomar sorvete, andar de bicicleta ou passar na banca para comprar figurinha. Nos dias de frio fazíamos um bolo, assistíamos um filme na televisão, ficávamos pintando um dos livros de colorir ou inventávamos brincadeiras que envolvessem ficar embrulhado numa mantinha. 
Perdemos muitos eventos imperdíveis. Atrasamos muitas coisas que estavam planejadas. Mas fomos tocando a vida e curtindo um pouco a nossa família como ela é hoje.
Acompanhar o peso e saber que subiu pouco é muito bom. As correções na dieta não foram em vão.
Ver o estado em que a casa se encontra também me acalma por saber que as coisas estão sendo feitas sem se acumularem pelos cantos.
Mesmo as minhas leituras, estão avançando.
É claro que o tempo está passando mais rápido do que esperava e provavelmente não vou conseguir terminar de fazer tudo o que pretendia antes desta criança nascer, mas algumas coisas que me coloquei para fazer posso deixar para depois.
Realmente não tenho tido pressa em fazer compras. Nem teria espaço para guardar mais nada. 
Mas a reforma do quarto que era a mais crítica já está sendo providenciada. Conseguimos um projeto e o orçamento e agora vamos trabalhar para concluir antes do terceiro trimestre.
Emocionalmente tenho me atormentado com a dúvida se será menino ou menina. Já temos os nomes, mas esta informação vai ajudar a tomar todas as outras decisões. A família resolveu apostar e fica jogando com isso o tempo todo. A minha maior insegurança sempre foi sobre a saúde. Apesar de estar me sentindo bem, vir seguindo as prescrições médicas e os exames terem indicado que tudo está bem, sinto um pouco de insegurança.
Passei última semana com um forte resfriado que trouxe preocupações adicionais à gravidez. Não quer dizer muita coisa, por enquanto, mas preciso acompanhar. Tentei contornar o que foi possível, mas agora preciso me preparar para algo inimaginável: férias.
Pois é, com tanta coisa na cabeça e correndo contra o relógio, nos demos uma semana de passeio e descanso viajando. Tem tudo para dar errado mas queremos acreditar que está tudo bem. E preciso que fique tudo bem. 
Quando fico lembrando como era na gravidez da mais velha é incrível notar como estou agindo diferente. Algumas mudanças foram positivas mas em outras situações penso estar sendo mais relapsa.
Comecei a fazer a lista para o chá de bebê. Este quero realizar em novembro. Pra mais velha eu não fiz. Algumas coisas posso fazer com antecedência, então estou anotando as ideias conforme as tenho.
Assim que souber se é menino ou menina irei fazer também a lista de itens para o bebê.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Os Novos Projetos de 2017

Eu tentei lembrar quais projetos eu realizei em 2017 e me dei conta que quase nada digno de nota. Então comentei apenas dos preparativos do aniversário e, como não teve nenhum projeto excepcional, vou deixar por isso mesmo. Se tiver alguma curiosidade para o passo a passo de alguma coisa, pergunte que eu faço melhor, tá?
Depois da festa, foquei mais em terminar de assistir os capítulos da novela e em ler parte dos livros que estavam parados.
Uma atividade recorrente que fazemos são os livros de atividades ou de colorir. Creio que terminamos uns 4 este ano. Não tenho uma regularidade boa, mas com isso vamos reduzindo não só a pilha de livrinhos, separamos os melhores desenhos (descartando os demais) e consumimos parte dos outros materiais. Ainda temos muitos lápis, giz e canetinha usados mas que ainda não acabou. No fim do ano vou aproveitar e descartar o que não tiver mais em condições de uso. Também fizemos algumas atividades de corte/colagem. 
Chega a ser cômico, mas estou iniciando o meu primeiro projeto do ano em setembro!?!
Sim, o primeiro projeto que quero concluir em 2017 é o móbile que pretendo usar no berço. Usarei dobraduras de pássaros e aviões. É um projeto antigo que ficou esquecido, mas quero utilizar os materiais que já comprei. Tenho dois livros de dobraduras e 5 ou 6 rolos de papéis coloridos. Só preciso começar a fazer os moldes para resolver as figuras e os tamanhos que vou usar. Preciso dele pronto em novembro para o chá de bebê. Ainda tenho mais algumas coisas que pretendo fazer para o chá de bebê, mas são coisas mais simples. A decoração eu vou usar brinquedos de bebês e roupinhas. Talvez mostre a lembrancinha quando eu resolver o que vou fazer.
O segundo projeto que pretendo realizar são os cordões de minions para pendurar na árvore de natal. Quero fazer pelo menos 2. Também já tenho os materiais, mas preciso fazer os moldes e cortar para teste. Não contei quanto que eu consigo fazer com o material que eu tenho, mas depois que fizer um, calculo o que falta para terminar com os materiais em casa.
O terceiro projeto que pretendo fazer, eu até já fiz outras vezes, mas não mostrei aqui. São as pernas de bruxas para a festa de Halloween. Se eu conseguir o sapato, vou tentar fazer duas. Confesso que não me preparei o suficiente para este projeto, então provavelmente ainda vou precisar sair para comprar mais material. Também quero fazer para esta festa os enfeites para doces e, se der tempo, sacolinhas surpresas. Meus docinhos foram um sucesso na do ano passado, então quero mesmo repetir.
E depois vou montar as sacolinhas para o piquenique das crianças. Só preciso ver direito se consigo os livrinhos e a quantidade de crianças e os doces eu compro na véspera de montar. Quero aproveitar a maior parte dos produtos que eu tenho em casa.
Mais no fim do ano, para as férias, pretendo fazer um chá da tarde e o calendário do advento. Para o chá não penso em fazer nada de especial, só quero ver se consigo mudar um pouco o cardápio e deixo mais brincadeiras preparadas. Também vou pensar em um novo arranjo para os móveis para conseguir fazer funcionar. E o calendário do advento ainda é cedo para eu resolver, quando chegar mais perto eu penso. Vou aproveitar boa parte das tarefas, mas desta vez posso fazer algo diferente. Pelo menos não vou precisar desenhar.
Tenho muitos outros projetos esquecidos, um dos que não quero deixar parado muito mais tempo são os álbuns de fotos que também devem entrar na lista de projetos para 2017. Comprei os álbuns, comecei a separar as fotos, mas agora preciso de um bom editor de foto, e depois levar para imprimir todas as fotos que faltam. Vai ser rápido? Pode até ser que sim, mas enquanto eu não fizer isso, vai ficar uma grande barreira para as pilhas de fotos que já tenho impressas em casa e ficam empilhadas na prateleira do armário.
Bom, quero vir contar sobre cada um destes projetos que escolhi fazer ainda este ano, mas ainda tenho outros guardados. Se tiverem mais curiosidades sobre estes projetos, perguntem que eu conto melhor.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Eu Aceito

Eu não quero ver a minha casa entulhada de produtos que não me servem para nada. Por isso, eu não quero comprar produtos para experimentar que eu talvez me arrependa.
Cada vez está mais difícil escolher produtos e vir escrever sobre eles. Tenho algumas experiências muitos boas e outras nem tanto, mas tem sido mais fácil comentar sobre as ruins. 
Mais produtos estão saindo de casa para nunca mais voltarem, mas eu continuo com vontade de experimentar as coisas.
Sobre lugares a frequentar, confesso que tenho uma lista enxuta de lugares. Apesar de aceitar as recomendações de mídias sociais, principalmente de indicações de amigos, poucos são os lugares que valem a pena e eu passo a frequentar. Felizmente os lugares abrem e fecham com uma rapidez assombrosa. Geralmente não tenho muita chance de voltar a algum lugar e já descubro que não existe mais.
O que eu vim contar é que eu aceito dicas, recomendações e produtos para experimentar. Quero escrever opinião sobre os produtos sem que eu tenha que ficar escolhendo e depois sinta culpa pelas escolhas. Mas não aceito qualquer produto. Quero produtos que estão no meu padrão de consumo.

Então vamos lá:
Livros: Literatura, Administração, Gestão, Minimalismo.
Livros Infantis Didáticos: Cartilha, Livros de História, Artes, Música, Religião, Lógica, Caligrafia.
Produtos de Higiene e Beleza: para bebês, crianças, gestantes, para tratamento de cabelos (encaracolados) e para pele seca.
Utensílios Domésticos: que facilitem a vida em preparos mais naturais.
Produtos Alimentícios: Naturais, orgânicos, funcionais, de rápido preparo.
Produtos Infantis: principalmente roupas e artigos de segurança, brinquedos.

Sempre consulte antes de enviar um produto. Posso fazer alguma exceção.
No caso de dicas e recomendações, não crio o compromisso de comprar tudo o que for sugerido, mas caso compre, seu nome será citado na minha avaliação.
Não pretendo fazer avaliação negativa, mas se for o caso, deixarei claro a minha opção de consumo quanto ao produto.
Utilize os meios de contato: comentários e e-mails e se for o caso, encaminhe o seu contato.
Não me comprometerei com prazo para a publicação, mas pretendo que saia sempre de forma rápida. Algumas avaliações dependem de tempo de uso e de oportunidades. 

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

A Preparação de uma Festa Infantil

Recentemente ouvi muitas críticas sobre a forma como os pais realizam as festas das crianças. Gosto de fazer festas elaboradas, mas não gosto da ideia de contratar um buffet infantil simplesmente.
A primeira coisa que eu faço, depois de escolher o tema é definir a data e o horário. Desta forma posso imaginar o que servir e como vou me preparar para esta festa. 
Num dos anos, contratamos vários serviços e o único esforço foi estar no salão para receber os profissionais que iriam fazer as coisas.
Mas mesmo a decoração, gosto de fazer tanto quanto possível. Assim como as lembrancinhas. E o que eu consigo economizar com isso posso encomendar uma roupa (que é mais uma fantasia) para a criança e ainda escolher um buffet mais do meu gosto.
Ano passado contratei alguns serviços que eu não gostei muito, então resolvi assumir também esta parte do trabalho. E me programei para ter tempo de fazer tudo. Por mais que eu saiba fazer, se eu não tiver tempo, não adianta.
Então o próximo passo é fazer listas. Reservado o salão começo a listar os convidados. A outra lista é o que eu vou servir (variedade). Depois preciso pensar na lembrancinha, para resolver o que eu vou precisar comprar. E por último saio para visitar as casas de artigos para festas para ver o que vou fazer para a decoração.
E eu saio às compras sempre com estas listas na mão: lista do que falta fazer e lista de compras. Para os serviços contratados anoto o nome e telefone e também o valor, o horário e endereço da entrega.
Para fazer o convite preferimos fazer uma boa foto em casa e montamos a imagem no computador, imprimimos como foto para os familiares e enviamos pelo celular para os demais. Convite eletrônico é muito prático. Como não fazemos a foto em estúdio, tentamos montar o ambiente, a iluminação e o figurino para ficar bem relacionado ao tema. 
Então uma das primeiras coisas que preciso pesquisar é a roupa, eventualmente o sapato, para a festa. Gosto de encomendar as fantasias infantis da Elo7. São muitas opções, para vários estilos, personagens e também preços. Como é um produto artesanal, não tem em pronta entrega, então precisa se preparar para esperar chegar. Pesquise e sempre converse com o vendedor antes de realizar a compra. Nem todo mundo tem boa vontade de vender, mas tive ótima experiência com a Feito de História
Já a decoração, vejo muitas fotos na internet antes de resolver o que fazer. Gosto de usar brinquedos da criança e completar com artigos de papelaria. Bexigas também são uma forma prática de você preencher o ambiente, colorir e ainda diverte as crianças. Nesta parte, cada projeto é meio único, embora use os mesmos elementos.
Alguns projetos eu já mostrei aqui, como as arvorezinhas. Em 2017 usamos umas árvores de madeira, e compramos a madeira crua para pintar. Também fizemos um castelo de cartas e desenhamos as carinhas das cartas. E desta vez usamos flores naturais nas mesas que os convidados levaram embora.
Mesmo com estas listas, eu gasto cerca de 2 meses com os preparativos. Muito coisa tem que fazer em cima da hora, na véspera, mas muitas outras eu consigo fazer com bastante antecedência. Então estas eu vou fazendo bem de pouquinho. Tenho algumas fotos da preparação desta festa. Se for interesse, mostro algumas delas aqui.
Temos por política não oferecer muitos doces ricos em açúcar (tipo bala, chiclete, pirulito e coisas do tipo). Então não uso nenhum daqueles kit na mesa. Acabo colocando os docinhos de festa mesmo (brigadeiro, beijinho...).
Apesar de eu gostar de fazer bolos, não posso fazer com frequência, então acabo optando por encomendar o bolo de uma profissional. É uma concessão que faço, uma vez por ano.
As bebidas também preferimos comprar a de nossa escolha para consumo, então privilegio água e suco ao invés de refrigerantes.
Como o cardápio é acertado com o buffet, seja o tipo que for, passamos a fazer um cardápio para deixar nas mesas e os convidados saberem o que pedir e os garçons poderem oferecer. Senti que isso melhorou muito o atendimento dos convidados.
Apesar do cardápio ser variado, procuro escolher itens para o paladar infantil e para o paladar de adultos considerando as restrições alimentares. Claro que eu faço o mais equilibrado possível, mas é difícil garantir que atendeu todo mundo.
E o último cuidado que eu recomendo no planejamento, não conte com a área externa. Se o tempo estiver bom, e provavelmente estará, ótimo. Mas veja opções de diversão com as crianças para serem realizadas do lado de dentro do salão caso resolva chover. Geralmente uso brinquedos da criança que eu já tenho em casa: mesa de atividades com papel e giz, cabaninha sobre tapete de e.v.a., corda, bola,  bambolê, pião... E um recreador pode auxiliar a condução daquelas brincadeiras de roda que fazíamos quando menores.